Aids

Eles foram vítimas da Aids.

Você conhece essas personalidades? É só clicar na foto e descubra.



Aids - 3ª década.

42 milhões de pessoas já foram contaminadas pelo HIV - Dados de 2002

Desde o início da década de 80 até dezembro de 2002, o Ministério da Saúde notificou 257 mil 780 casos de aids no Brasil. Desse total, 185 mil 061 foram verificados em homens e 72 mil 719 em mulheres
Ainda no ano de 2002, foram notificados 9.495 novos casos da epidemia e, desses, 6.031 foram verificados em homens e 3.464 em mulheres.
Outro dado não menos preocupante é a crescente incidência da aids em relação à faixa etária de 13 a 19 anos em adolescentes do sexo feminino. Tal fato é explicado pelo início precoce da atividade sexual em relação aos adolescentes do sexo masculino, normalmente com homens com maior experiência sexual e mais expostos aos riscos de contaminação por DST e pela aids.

Quanto às principais categorias de transmissão entre os homens, as relações sexuais respondem por 58% dos casos de aids, com maior prevalência nas relações heterossexuais, que é de 25%.
Já entre as mulheres, a transmissão do HIV se dá, predominantemente, pela via sexual, 86,2%. As demais formas de transmissão, em ambos os sexos, de menor peso na epidemia, são: transfusão, transmissão materno-infantil ou ignoradas pelos pacientes.


O que significa a palavra Aids?

Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

Um conjunto de sintomas e sinais que afligem um organismo e que indicam a existência de uma doença..

A Aids no Mundo

60 milhões de pessoas já foram infectadas pelo vírus desde o início da epidemia.
20 milhões de pessoas já morreram de Aids.
40 milhões de pessoas vivem com o vírus da Aids. - Dados fornecidos pelo Programa das Nações Unidas.


A Aids no Brasil

De acordo com o Programa Nacional DST/AIDS, do Ministério da Saúde, o Brasil tem hoje 363 mil casos acumulados, sendo 15%, estão entre jovens de 13 a 24 anos, o que caracteriza a chamada juvenilização da doença. - Dados fornecidos pelo Ministério da Saúde.


Onde apareceram os primeiros casos de Aids ?

Em 1981, o Centro de Controle de Doenças de Atlanta, EUA, chamava a atenção para um quadro até então desconhecido. Havia observado que uma série de jovens do sexo masculino, de raça branca, apresentavam um quadro de imunodeficiência adquirida com grave comprometimento do sistema imunológico.

Como é o HIV, o vírus da Aids ?

(Vírus da Imunodeficiência Humana,cuja sigla em inglês é HIV)

Descoberto em 1983 por Robert Gallo (EUA) e Luc Montagnier (França)


Como o vírus age no organismo ?

Nosso corpo é formado por células e cada grupo de células tem uma função determinada. Um grupo de células, chamado linfócitos (glóbulos brancos - abaixo), tem a função de defender nosso organismo das doenças e infecções, o vírus da aids escolhe justamente as células que compõem o nosso sistema de defesa (imunológico) para viver.


Como se transmite o vírus da AIDS ?

Sangue, esperma, líquido seminal, leite materno e secreção vaginal.

Quais as formas de transmissão da da AIDS ?

Relações sexuais com pessoas contaminadas sem uso de preservativo">

Uso de agulhas, seringas e objetos perfuro-cortantes contaminados;

Da mãe para o filho durantea gravidez, parto ou amamentação;

Pela transfusão de sangue contaminado;


As indagações da Aids

Assim não pega Aids

- Num abraço, beijo no rosto, beijo na boca, espirro, tosse, carinho, carícia, aperto de mão, lágrimas, suor, saliva;
- Em assentos públicos, picadas de insetos, pias, piscinas, saunas, ônibus, elevadores;
- Dormindo no mesmo quarto, na mesma cama, usando as mesmas roupas e lençóis, batom, toalhas e sabonetes;
- Trabalhando no mesmo ambiente, freqüentando a mesma sala de aula, teatro, cinema, academia de ginástica, restaurante;
- Doando sangue, utilizando material descartável.

No Brasil, as principais doenças oportunistas que acometem aqueles que desenvolvem AIDS são:

- Candidíase (sapinho);
- Pneumonia por Pneumocistys carini (um tipo de protozoário);
- Tuberculose;
- Toxoplasmose
- Sarcoma de Karposi
- Herpes


Sintomatologia ou Sinais

A AIDS é uma doença que progride muito lentamente. Antes de surgirem os primeiros sintomas, a doença já existia há bastante tempo dentro do organismo.

- Ínguas embaixo do braço, no pescoço e na virilha, que podem durar muito tempo
- Fraqueza
- Diarréia prolongada - sem causa aparente
- Emagrecimento
- Febre

Mas, atenção : esses sintomas são comuns a muitas outras doenças.


Quem adquiria Aids até o início dos anos 90 ?

Havia o chamado Grupo de Risco:

- Homossexual ou Bissexual Masculino = 73%
- Usuário de drogas injetáveis = 17%
- Hemofílico = 3,0%
- Politransfundido = 2,0%
- Outros casos = 5,0%

Os homens representavam 94% dos casos

Quem adquire Aids hoje ?

Todos estão vuneráveis ao HIV, desde que desrespeitem as regras de prevenção.

Aids que parecia ser uma doença exclusivamente a do sexo masculino, dos homossexuais e viciados em drogas injetáveis, hoje todos estão sujeitos ao HIV.

A proporção entre homens e mulheres, chegam em alguns estados brasileiros até 2 por 1.

A cada minuto seis jovens contraem o HIV.

A relação sexual continua sendo a principal forma de transmissão do vírus HIV, da Aids.

30,2% dos alunos de escolas públicas e 14,5% dos alunos de escolas particulares são os percentuais de jovens de 14 a 19 anos que não usaram preservativo na primeira relação sexual.

No mundo todo a cada dia, 100 milhões de pessoas fazem sexo e dessas relações ocorrem 350 mil casos de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) por dia.
51% dos jovens não usam camisinha.
Aumentou o número de casos de adolescentes grávidas soropositivas.
40% das meninas infectadas pelo HIV no Brasil, contraíram o vírus transando com usuários de drogas injetáveis.


Período de Incubação

Período de incubação é o tempo entre a contaminação e o aparecimento dos sintomas da AIDS.
Não existe um tempo determinado para uma pessoa apresentar os sintomas da AIDS. Depende da resposta imunológica individual e talvez também do tipo de vírus.
Algumas pessoas levam mais de 10 anos sem demonstrar os sintomas.


Tratamento

Existem atualmente muitos medicamentos bastante eficazes para combater as doenças oportunistas. No entanto não existem remédios que consigam eliminar o HIV do organismo infectado.
Também não há, ainda, vacinas que possam proteger as pessoas sadias contra o HIV.

O melhor remédio é a prevenção. Cuide-se.


Volte ao Menu